Como a ventosa age na dor?

Como a ventosa age no músculo

Para isso, as ventosas criam um efeito de vácuo, que suga a pele, resultando em um aumento do diâmetro dos vasos sanguíneo no exato local. Como resultado, existe uma maior oxigenação destes tecidos, permitindo a liberação de toxinas do sangue e do músculo com mais facilidade.

Quando a ventosa dói

Ventosaterapia dói O procedimento costuma ser indolor. No entanto, quando utilizada uma grande quantidade de vácuo na pele do paciente, o local pode permanecer dolorido por cerca de três a cinco dias. "Pode-se usar estratégia para que a região não fique dolorida, diminuindo a pressão das ventosas", explica Crislane.

Qual é a função da ventosa

Sua prática promove ao paciente relaxamento corporal e mental, pois de acordo com o princípio da Medicina Oriental, a ventosa drena as áreas de congestão e liberta o corpo do excesso de energia negativa. Possui diversos Métodos de aplicação podendo ser combinada com outras técnicas na atuação da Fisioterapia.

Como a ventosaterapia age

A ventosaterapia é um tratamento natural que cria vácuos de sucção na pele através do uso de ventosas eletrônicas ou de copos de vidro, acrílico ou silicone. Quando aplicadas no corpo, as ventosas agem na circulação sanguínea, promovendo o relaxamento corporal, o alívio de dores, entre outras vantagens.

Porque a ventosa tira a dor

A ventosa funciona quando os tecidos são liberados pelo vácuo, assim o sangue passa a ser mais oxigenado e os tecidos são nutridos pelo O2. Esse mecanismo é o que explica o alívio da tensão muscular, da fadiga e das dores no paciente.

Porque a ventosa Pinica

A reação pigmentada da pele é relacionada com a falta de oxigenação do sangue e acúmulo de toxinas na pele. Logo a cor mais arroxeada está ligada com a menor oxigenação do sangue e ao maior acúmulo de toxinas. A cor está diretamente relacionada a dor do paciente em alguns casos.